Exames

Angiografia Fluoresceínica

Exame que utiliza contraste de fluoresceína sódica intravenosa e permite avaliar toda a circulação da retina e da íris. São captadas imagens de todas as fases da circulação, bem como falhas e vazamentos derivados de vasos incompetentes na superfície ou sob a retina. Ajuda no diagnóstico e acompanhamento de retinopatia diabética, hipertensiva e doenças vasculares da retina.

Retinografia Colorida

Capta imagens coloridas da retina e do segmento anterior do olho. Importante na avaliação e seguimento de casos de glaucoma, retinopatia diabética, infecções, doenças degenerativas entre outras.

Estereofoto de Papila

Realizamos duas fotos em angulações diferentes do nervo óptico, o que confere a possibilidade de avaliação das fotos em 3 dimensões. Aplicando o filtro Red-free podemos avaliar melhor a camada de fibras nervosas da retina.

Autofluorescência

Com o uso de filtros especiais faz a análise de pigmentos da retina e sua ausência em determinadas áreas. Utilizada com frequência na degeneração macular relacionada à idade forma seca e coriorretinopatia serosa central.

Tomografia de Coerência Óptica - OCT

Através de feixes de luz e sem contato faz avaliação e medição criteriosa da superfície da retina, camadas médias e profundas. Importante no diagnóstico de doenças como buraco macular e membrana epirretiniana e no acompanhamento dos edemas de mácula ou da degeneração macular relacionada à idade. Também é muito utilizado na avaliação da suspeita de glaucoma através da medição de espessura da camada de fibras nervosas e do disco óptico.

Angio - OCT

Exame de última geração que realiza exame do humor vítreo, retina e coróide. Estudando com grande definição as camadas e estruturas desses tecidos. Através de modernos algoritmos consegue avaliar o fluxo sanguíneo do olho, isso tudo sem necessidade de contraste.

OCT Segmento Anterior

Exame consegue nos fornecer informações detalhadas e em com grande definição de estruturas do segmento anterior dos olhos como, espessura e mapa epitelial, detalhamento das camadas e espessura corneana, câmara anterior e cristalino, detalhamento do ângulo ocular que auxilia no glaucoma. Conseguimos ainda realizar a biometria ocular com precisão, pois o equipamento permite a medição do comprimento axial ocular com centração macular.

Microscopia Especular da Córnea - MEC

Realiza avaliação do endotélio corneano como densidade, tamanho e morfologia das células. Importante na detecção de doenças do endotélio, como: córnea guttata e distrofia de fuchs. Importante no planejamento da cirurgia da catarata.

Campimetria Computadorizada - Campo Visual

Avalia o campo visual periférico e central que pode estar comprometido por várias doença entre elas mais comumente o glaucoma. Tumores e acidentes vasculares cerebrais por vezes apresentam defeitos de campo que devem ser acompanhados de forma criteriosa.

Biometria por Interferometria - IOL Master

Exame essencial para determinação do grau da lente que será implantada durante a cirurgia de catarata. E realizado a coleta de várias informações do olho em poucos segundos. Comprimento axial, ceratometria, profundidade de câmara anterior, diâmetro corneano (white-to-white). Com esses dados e utilização de fórmulas matemáticas, conseguimos prever o grau da lente que será implantada e podemos diminuir o erro refrativo natural do olho a ser operado. A biometria auxilia também no seguimento de alto míopes e anisometropia (diferença significativa de graus entre os olhos) determinando qual a correção será a mais apropriada.

Biometria Ultrassônica

Em olhos com opacidade de meios ou catarata matura utilizamos a biometria ultrassônica para determinar o comprimento axial dos olhos e calcular qual o grau da lente que será implantada durante a cirurgia de catarata. A biometria auxilia também no seguimento de alto míopes e anisometropia (diferença significativa de graus entre os olhos) determinando qual correção será a mais apropriada.

Ultrassonografia Ocular

Ou ecografia ocular é realizada quando não se consegue observar o fundo do olho previamente à cirurgia de catarata, bem como na avaliação de descolamentos de retina, tamanho de tumores intra-oculares e diagnósticos diferenciais.

Paquimetria

Mede a espessura da córnea e serve de importante parâmetro em casos de glaucoma, bem como em todas as patologias da córnea. Trata-se de exame rápido que utiliza apenas colírio anestésico e é fundamental para realização de cirurgia refrativa.

Topografia de Córnea

Avalia através da imagem da superfície da córnea distorções ou doenças como o ceratocone, degenerações periféricas da córnea. Importante na adaptação de lentes de contato principalmente com astigmatismo. Auxilia no planejamento da cirurgia de catarata visando a diminuição do erro refrativo pós-operatório. Importante na triagem de candidatos à cirurgia refrativa.

Aberrometria

Avalia a qualidade visual do olho. Através de feixe de luz que e emitido nos olhos e capturados pelo aparelho, conseguimos avaliar a quantidade e a qualidade da visão. Podemos antecipar resultados ópticos pós cirúrgicos e se necessário realizar tratamentos que confiram melhor qualidade visual ao paciente. Por exemplo, conseguimos estimar a aberração esférica natural do olho que será submetido a cirurgia de catarata, se o valor dessa aberração esférica for relevante podemos optar por implante de lente asférica, o que corrige essa aberração, conferindo melhor qualidade visual ao paciente. Da mesma forma conseguimos quantificar as aberrações de alta ordem natural dos olhos e propor um tratamento personalizado que visa corrigir essas aberrações durante a cirurgia refrativa.

Pupilometria

Realiza a medicação do diâmetro pupilar fotóptico (muita luz) e mesóptico (pouca luz).

Gonioscopia

A gonioscopia pode ser realizada ao microscópio no consultório através de lente especial. Utilizada para avaliar a abertura do ângulo entre a córnea e a íris em pacientes e classificar risco de fechamento do mesmo. Importante no diagnóstico e seguimento de pacientes com glaucoma.

Mapeamento de Retina

É a avaliação de todo o tecido que recobre o fundo dos olhos com aparelho chamado oftalmoscópio indireto. Com ele é possível observar toda a retina a procura de degenerações, descolamentos, retinopatias. Com uma suave pressão toda a parte inacessível da retina periférica pode ser bem estudada para que nenhum detalhe passe neste importante exame.

Tonometria

A medida da pressão dos olhos sempre é realizada nas consultas, tanto com o tonômetro de sopro quanto com o de contato (Perkins ou Goldmann) que exige instilação de anestésicos e colírio de fluoresceína. Detecta alterações que não são percebidas e que por fim trazem grande dano a visão como o glaucoma.

Curva Tensional Diária de Pressão

A pressão intra-ocular varia naturalmente ao longo do dia, porém pacientes com glaucoma têm uma maior variação e podem apresentar picos pressóricos isolados. Nestes casos realiza-se medidas ao longo do dia para avaliar esta variabilidade e poder instituir o tratamento mais adequado.

Teste de Sobrecarga Hídrica

É uma complementação da curva tensional diária. O teste consiste na ingestão de aproximadamente um litro de água em 5 minutos, seguida de medidas da pressão dos olhos. Esse estresse hídrico pode ocasionar um pico pressórico mais comum em olhos glaucomatosos.

Oftalmolages